Manhã tenebrosa

    Compartilhe
    avatar
    brbaah
    Iniciado
    Iniciado

    Mensagens : 11
    Data de inscrição : 28/07/2013
    Idade : 20
    Localização : Brasil

    Manhã tenebrosa

    Mensagem por brbaah em Dom Jul 28, 2013 2:16 pm

    Aquela manhã fria e nublada dava uma leve sensação de calma e paz. As folhas caiam sem para das árvores da densa floresta. Uma enorme floresta bem ao fim da cidade. Um lugar calmo, silencioso e muito distante de qualquer civilização. Perto da entrada há uma pequena construção amarela com uma cancela que daria em uma pequena estrada de chão que adentraria a floresta. A construção se encontrava vazia. Computadores ligados, o crachá de algum policial em cima da mesa ao lado de uma caneca de café ainda quente. Seguindo o caminho de terra, precisamente cinco quilômetros dentro da floresta se encontram cercas de madeira, bem antigas de uma possível fazenda de centenas de anos atrás. Dentro de um desses espaços demarcados por cercas ainda há uma poeira no ar e marcas de pneu na terra gélida. Longe dali, há um casarão antigo. Possíveis fazendas de colonizadores antigos. Detentores de escravos. A enorme casa antiga, com as paredes todas acabadas com o tempo. As duas portas da frente que antes havia detalhes de vidro agora ficou apenas a madeira com cupins. Dentro da casa, pelos corredores velhos, repletos de teias de aranha e fotos antigas. Todos os quartos intocados e sujos. Menos um, o quarto principal. O que provavelmente pertencia ao dono da propriedade se encontrava coberto de plásticos transparentes. E bem centralizado ao quarto se encontrava uma moça pendurada pelos braços inconsciente. Seus pulsos já estavam vermelhos de sentir o peso de seu corpo por algumas horas daquela forma, seus cabelos negros cobriam a sua bela e pálida face. O pequeno vestido branco e suave que vestia era sua única peça de roupa. Com a suave melodia da nona sinfonia de Beethoven no ar, a moça acordava lentamente e levantava a cabeça, seus cabelos caiam para os lados revelando seu belo rosto, com seus olhos castanhos arregalados. Com visão ainda meio embaçada a figura de um homem de cabelos meio longos, trajes completamente pretos e uma bota que ia até sua canela. Ele se encontrava olhando para o outro lado com as duas mãos para trás. Em uma mão havia a máscara bem desgastada de um palhaço, enquanto na outra um longo e brilhante punhal de prata. O rapaz balançava a cabeça suavemente apreciando a melodia do brilhante Beethoven. Ao ver a cena e sentir a dor em seus delicados pulsos a moça grita. Seu coração acelera e suas pernas ainda debilitadas pela droga que havia sido forçada a tomar. Quando o grito de terror da frágil morena chega aos ouvidos de seu carrasco ele simplesmente levanta a cabeça. Ele então aperta o punhal com mais força, seu sangue ferve e todos os pelos do seu corpo se ouriçam. Era evidente a ansiedade do jovem rapaz. Vagarosamente ele coloca a velha máscara de palhaço, deixando suas mechas de cabelo para trás. Vagarosamente ele se vira para moça e caminha até ela segurando em seu delicado rosto fazendo-a olhar em seus olhos. Os olhos enormes e aterrorizados da moça não eram capazes de conter as lágrimas de medo e os olhos castanhos quase negros do rapaz eram vazios, como se não houvesse alma. A música que servia de trilha sonora para aquela bela manhã causava arrepios e pânico na moça, enquanto no rapaz só podia se sentir a alegria e a ansiedade. Com um gesto bruto ele agarra os cabelos negros da pobre moça, forçando-a a deitar a cabeça para trás, revelando aquele pálido, belo e delicado pescoço. Com um simples gesto ele posiciona a ponta de seu punhal na delicada pela dela e desliza até o outro lado. Rasgando seu pescoço deixando que o sangue caísse por todo seu corpo, tingindo o tecido branco de seu vestido de vermelho. A moça que antes já sangrava pelos pulsos tentando se soltar agora estava completa de sangue. Os olhos do garoto vibravam ao ver aquela cena, seu coração quase pula para fora, aquela sensação incompreensível de tirar a vida de uma daquela pobre moça.
    avatar
    raulplay
    Vampiro
    Vampiro

    Mensagens : 258
    Data de inscrição : 15/07/2013
    Idade : 18
    Localização : na pqp

    Re: Manhã tenebrosa

    Mensagem por raulplay em Dom Jul 28, 2013 2:49 pm

    muito boa


    _________________
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


    SABE O LADO RUIM DE TE MATAR?
    É QUE EU SÓ POSSO FAZER ISSO UMA VEZ
    avatar
    porkaum
    Vampiro
    Vampiro

    Mensagens : 245
    Data de inscrição : 09/01/2013
    Idade : 21

    Re: Manhã tenebrosa

    Mensagem por porkaum em Dom Jul 28, 2013 5:55 pm

    Daora o texto.Só a máscara de palhaço que fode tudo,sei lá,nada a ver com a cena.


    _________________
    Uma foto minha assusta mais que qualquer filme de terror.
    avatar
    brbaah
    Iniciado
    Iniciado

    Mensagens : 11
    Data de inscrição : 28/07/2013
    Idade : 20
    Localização : Brasil

    Re: Manhã tenebrosa

    Mensagem por brbaah em Dom Jul 28, 2013 8:34 pm

    se voce acha que fode a cena , muitas pessoas já tem fobia de palhaços .
    avatar
    porkaum
    Vampiro
    Vampiro

    Mensagens : 245
    Data de inscrição : 09/01/2013
    Idade : 21

    Re: Manhã tenebrosa

    Mensagem por porkaum em Seg Jul 29, 2013 2:52 pm

    brbaah escreveu:se voce acha que fode a cena , muitas pessoas já tem fobia de palhaços .

     Tá,mas o q tem a ver um palhaço numa cidade distante numa casa abandonada?


    _________________
    Uma foto minha assusta mais que qualquer filme de terror.
    avatar
    YnOtome
    Iniciado
    Iniciado

    Mensagens : 12
    Data de inscrição : 02/08/2013
    Localização : Sozinha neste mundo sombrio

    Re: Manhã tenebrosa

    Mensagem por YnOtome em Sab Ago 03, 2013 1:17 pm

    Tenso, ótima história
    avatar
    Juuh
    Encosto
    Encosto

    Mensagens : 55
    Data de inscrição : 07/02/2013
    Localização : Highway to Hell

    Re: Manhã tenebrosa

    Mensagem por Juuh em Dom Ago 18, 2013 10:58 am

    Muito bom, realmente. Não há parágrafos, mas isso não tirou a tensão da história. Porém, parágrafos ajudam muito na hora de separar cenas do conto, então procure usá-los.
    Meus parabéns!


    _________________
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] 

    Não fujas de mim. Apenas quero brincar contigo.
    avatar
    Sone
    Vampiro
    Vampiro

    Mensagens : 248
    Data de inscrição : 16/07/2013
    Localização : Roma Capitale

    Re: Manhã tenebrosa

    Mensagem por Sone em Dom Ago 18, 2013 11:22 am

    É uma ótima historia, mas realmente como a Juuh disse, não há parágrafos, mas a respeito da máscara de palhaço, ela não foi a melhor escolha que você poderia ter feito, mas, como na historia não a nada de especial a respeito do que ele está usando, a mascará não fez muita diferença, a cena continua boa.


    _________________
    Empty Mind
    avatar
    brbaah
    Iniciado
    Iniciado

    Mensagens : 11
    Data de inscrição : 28/07/2013
    Idade : 20
    Localização : Brasil

    Re: Manhã tenebrosa

    Mensagem por brbaah em Ter Out 01, 2013 6:31 pm

    Obrigada pessoal.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Manhã tenebrosa

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Dez 18, 2018 6:44 pm