A casa dos Espiritos

    Compartilhe
    avatar
    Mandita_Maldita
    Iniciado
    Iniciado

    Mensagens : 14
    Data de inscrição : 25/11/2012
    Idade : 18

    A casa dos Espiritos

    Mensagem por Mandita_Maldita em Sab Out 19, 2013 7:54 pm

    Essa creepy é baseada em fatos reais, pois isso aconteceu comigo. Mas acho que não deve ser levada tão á serio, sendo que sou sonambula, e vejo coisas...


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Alguma vez você já ficou tão distraído que poderia haver alguém atrás de você e não notaria? 
    Bem... eu sim, e ontem eu tive uma experiência um tanto assustadora.






    Era noite e meus pais já estavam dormindo, e como eu já estava no computador á algum tempo, eu aproveitei para ficar até não aguentar mais. Eu estava com os fones de ouvido, e mexia no facebook, eu realmente não via, nem ouvia nada á minha volta. No meio daquele silêncio eu me levantei da cadeira para apagar a luz, que em algum momento ia acabar acordando meus pais. Tudo estava escuro, e silencioso, meus ouvidos já estavam doendo de ficar de fone então, os tirei.



    Foi nesse momento, que eu me senti desprotegida em meio ao silêncio e a escuridão densa... tudo começou quando eu estava vidrada, lendo alguns comentários idiotas em uma foto. Como o computador fica em um canto da sala, e a janela do lado contrario, eu vi um vulto passar bem rápido em frente á ela, em contraste com a luz que vinha da rua, as persianas se mexeram com o movimento, fazendo meu corpo entrar em choque e eu olhar para o lado, mas não havia nada além da cortina sendo balançada pelo vento, que vinha da fresta da janela.



    Meia hora se passou e a sala era apenas iluminada pela luz da tela do computador, eu estava com uma certa dificuldade de enxergar o teclado, quando eu parei de catar milho e o silêncio voltou eu ouvi uma respiração pesada atrás de mim, eu pensei que era minha mãe zangada por eu estar acordada, e até comecei uma frase enquanto me virava para trás "Mãe eu já vou dor..." mas não havia ninguém, eu então comecei a pensar que talvez fosse alguém passado na rua. Então fiquei no computador mais alguns minutos para terminar a conversa.



    Já eram 3:30 da manhã, quando eu quase bati a cabeça no teclado de tanto sono. Então fechei tudo e desliguei o PC. Peguei meu celular e o liguei para iluminar o caminho até o quarto, eu dei três passos e comecei a ouvir alguém vindo em minha direção pisando forte. Apaguei a luz do celular, prevendo uma bronca do meu pai, os passos fortes ecoaram pela casa, mas pararam na cozinha. Como se a pessoa estivesse parada. Mas não havia nenhum som de respiração, ou movimento.

    Eu me escorei na parede e espiei a cozinha... Não havia ninguém, e o único som agora era meu coração disparado, eu entrei em choque novamente, pois não é de hoje que sei que minha casa é do mal, não que alguém tenha morrido lá nem nada, é simplesmente o fato de eu poder ver, e sentir espíritos que a deixa tão sombria. Já fazia muito tempo que eu não via nem sentia nada, mas o que eu ia sentir a seguir...

    Eu liguei a luz do celular novamente, e iluminei o caminho da cozinha para o corredor, quando eu cheguei em frente a porta do meu quarto e olhei para a sala... eu vi um vulto novamente, e depois ouvi o barulho da cadeira do computador sendo arrastada. Entrei no quarto em disparada não me preocupando com o barulho, bati a porta do quarto atrás de mim afundando na escuridão do quarto. Minha irmã geralmente dorme comigo, mas ela estava em um show e só viria para casa no dia seguinte. No meio daquele breu eu acendi o celular e iluminei o chão não querendo pisar nos sapatos jogados no caminho. Apontei para minha cama, para o armário... estava tudo limpo. A não ser... a respiração pesada que eu sentia atrás de mim, eu poderia até sentir o ar sendo soprado em minha nuca. corri para minha cama e me joguei em baixo dos edredons. Eu sei que sou uma covarde... e quem poderia imaginar que alguém que escreve histórias de terror, seria.

    Eu fiquei alguns minutos em baixo das cobertas, meu coração em disparada, o ar ficava cada vez mais quente ali em baixo, e eu odeio isso. Levantei e fui abaixando bem devagar as cobertores sobre minha cabeça, estava tudo escuro, mas eu tinha uma poderosa lanterna verde... meu celular. Aponte para atrás da porta do quarto onde há alguns ganchos que servem como cabide, e lá estava um casaco preto pesado e botas colocadas estrategicamente em baixo dele, para causar arrepios em qualquer um, mas eram apenas roupas... dei uma risada meio histérica e sem graça, e me deitei novamente não acreditando no quanto eu sou patética.

    Eu afundei em um sono sem sonhos, e acordei quando era quase de manhã com uma incontrolável vontade de ir ao banheiro, eu sempre dormi de lado virada para a parede... e eu ia levantar bruscamente devagar em direção contraria, mas quando eu me dei conta do que estava atrás de mim, toda a vontade de mijar foi embora. Lá estava ao lado da minha cama, o assustador casacão preto, acompanhado de uma respiração pesada e raivosa... Eu fiz o mais sensato. Eu chamei minha mãe!!

    -Mãaaaaaaaeeee socorrrroooooo!!!!!

    A minha véia veio correndo, abriu a porta do quarto num solavanco rompendo todo silêncio, ela acendeu a luz e com uma cara de medo perguntou.
    - O que foi isso, pelo amor de Deus!!??

    Eu olhei para trás e não havia nada, eu olhei para minha mãe com medo dela me dar uns tapas, e disse:
    - Hum? O que? Eu acho que tive um pesadelo... (Eu me fiz de besta...)

    E ela se controlando, com a maior cara de sono respondeu:
    - Ta bom... agora vai dormir, que eu sei que cê ficou no computador até o cu fazer bico...

    Ela fechou a porta, e deixou a luz acesa... de modo que eu tive que me levantar para desligar. Mas o casaco preto não estava atrás da porta mais, nem em lugar nenhum do quarto. E só naquela hora eu me toquei, que ninguém na minha casa, usava aquele tipo de roupa...

    FONTE: Creepy World
    avatar
    TheMexMaster
    Encosto
    Encosto

    Mensagens : 57
    Data de inscrição : 26/11/2012

    Re: A casa dos Espiritos

    Mensagem por TheMexMaster em Ter Dez 31, 2013 9:44 am

    muito foda,mas eu rachei de rir na hora do "cu fazer bico" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Data/hora atual: Qua Maio 24, 2017 7:21 pm