Meu doppelganger.

    Compartilhe

    Rkalun
    Iniciado
    Iniciado

    Mensagens : 2
    Data de inscrição : 08/05/2013

    Meu doppelganger.

    Mensagem por Rkalun em Qua Maio 08, 2013 11:07 pm

    Eu sempre gostei do sobrenatural, sempre pesquisei bastante sobre qualquer assunto relacionado a isso, comecei a me interessar por um tipo de fenômeno sobrenatural, os doppelgangers, não achei as teorias cientificas relevantes, mas achei duas teorias não cientificas relevantes, a teoria de que o doppelanger seria um ser que era capaz de copiar as pessoas perfeitamente ate mesmo suas emoções e modo de pensar e a outra que achei um pouco mais intrigante, a que os doppelgangers eram fruto de um forte pensamento que uma pessoa teria para fazer alguma coisa e acabaria criando acidentalmente um doppelganger que iria fazer somente aquela coisa sem pensar, ou seja existiria somente para realizar o desejo de fazer aquilo. Bem eu pesquisei profundamente sobre o assunto ate que encontrei, meio que acidente um site que mostrava um ritual para invocar um doppelganger para ser seu escravo particular, de cara fiquei muito interessado pois poderia mandar ele fazer minhas tarefas e assim poderia ter muito mais tempo livre, então anotei o ritual completo para mais tarde realizá-lo.
    Eu estava muito empolgado para ver no que iria dar, o ritual era bem simples consistia em ficar de frente para um espelho e rezar uma especie de oração antiga e ao mesmo tempo fazer símbolos com as mãos, e depois botar a mão esquerda no espelho e pensar fortemente no que você quer que o doppelganger faça e então ficar parado por um tempo, se sua imagem no espelho fizer algum movimento que você não tenha feito, então o ritual teria sido um sucesso e sua imagem sairia do espelho e iria fazer oque você havia pensado, mas deixo um grande aviso: "Nunca pense em outra coisa que não seja oque você quer durante a ultima faze do ritual, você poderá estar pondo sua vida em risco". Eu segui perfeitamente todos os passos pensando em fazer a tarefa de química, então meu reflexo deu um pequeno sorriso, me assustei, admito, não esperava que daria certo, meu reflexo sai do espelho e fica olhando de um lado para o outro, parecia estar procurando algo então perguntei oque ele queria, ele respondeu que precisava fazer a tarefa de quimica, pois teria que entrega-la no outro dia, nesse momento eu dei um grande sorriso, aquilo era perfeito, olhei para o espelho para confirmar que eu não teria perdido meu reflexo, e realmente estava tudo perfeito, logo depois de terminar minha tarefa o doppelganger sumiu.
    Tudo ia bem, ate que o doppelganger começou a demorar para sumir, depois de fazer a tarefa ele mexia no meu quarto e as vezes nos dois ate jogávamos alguns jogos de luta, não achei muito ruim apenas considerei como um bônus, afinal agora tinha um companheiro de jogo ao meu nível. Comecei a ficar desconfiado depois que meus amigos e familiares alegavam que eu tinha falado com eles na sala logo depois de ir ao banheiro, nesse dia um amigo meu fez hora com a minha cara perguntando se eu estava frouxo, porque eu tinha ido ao banheiro logo apos eu voltar, fiquei desorientado, houveram varias situações como essa logo suspeitei que o doppelganger estava "saindo" sem eu o ter chamado, e que ficaria vagando por ai, mas oque me vez tirar a certeza foi que ontem eu estava dormindo e minha mãe veio me acordar, reclamando que eu só teria comido uma parte da comida e vindo para o meu quarto ignorando ela e voltado a dormir, fiquei confuso e quando fui ver meu almoço estava so metade do bife e metade do arroz, fiquei em choque por alguns segundos, tinha certeza que meu doppelganger tinha feito aquilo, não podia contar a minha mãe, pois ela é uma mulher muito religiosa e iria me bater alegando que eu teria feito um pacto com o "bicho ruim". Obviamente, procurei o site que eu havia encontrado o ritual, mas ele havia sido deletado por causa de varias denuncias. Hoje minha mãe veio brigar comigo por causa das minhas notas baixas, me proibiu de sair de casa, assistir televisão e jogar video-game. Eu fiquei furioso, subi para o meu quarto, minha mãe de vez enquanto vinha ao meu quarto fazer uma reclamação, eu queria sair de la, então pensei que poderia usar meu doppelganger para me substituir, e eu iria sair para acalmar os ânimos, fiquei um pouco relutante, mas seria a ultima vez que eu iria usá-lo, no momento que eu estava completando o ritual e pensando em ficar em casa para o meu doppelganger ficar nela, minha mãe aparece e começa a reclamar novamente, me passou um leve pensamento que eu queria que ela morresse, esse deve ter sido meu erro, tudo ocorreu bem eu fugi pela janela, me acalmei e quando eu voltei pela janela procurei meu doppelganger, estava tudo normal, silencioso, então eu chego na sala, ao chegar la me deparo com o meu doppelganger completamente coberto de sangue e os corpos do meu pai e minha mãe no chão, estavam mortos, minha mente travou, meu doppelganger veio em minha direção com uma faca, eu sentia que estava completamente ligado a ele, preso por alguma força superior, e que a minha unica chance de se libertar seria se ele sumisse, então literalmente me mato, sinto a faca em minha barriga e minha visão começa a escurecer, estou morto foi oque eu pensei, mas de repente acordo deitado no chão coberto por sangue, me levanto e vejo meu corpo a minha frente com uma faca cravada na barriga, ando pela casa refletindo sobre oque aconteceu, e percebo que me lembro de ter feito todas as tarefas que o doppelganger fez, de ter comido a primeira metade do almoço, de ter falado com os meus amigos e ate mesmo de ter matado os meus pais e eu mesmo. Eu sou o meu doppelganger? Aquele deitado morto no chão é o "verdadeiro eu"? Estou muito confuso, mas pensando bem a unica certeza que eu tenho é que adorei matar meus pais e ver o sangue deles sendo espirrado por todos os lados, adorei ainda mais ter matado eu mesmo, realmente gostei disso, matar pessoas, se eu sou o verdadeiro ou o doppelganger, isso não importa mais, se eu adorei tanto matar, então porque eu iria parar?? E agora eu estou liberto da minha prisão, posso fazer oque eu quiser, só me falta agora oque eu irei fazer, quem eu irei matar? Talvez eu deveria reabrir o site onde encontrei o ritual e mostrar para mais pessoas como invocar seu próprio doppelganger, e faze-las matarem seus propios pais e a si mesmo para depois ficarem como eu, viciadas em matar?? Sim sim, é isso mesmo que irei fazer!


    Espero que tenha gostado. E lembrando essa estoria é completamente fictícia ou seja eu inventei e nunca aconteceu na vida real (ava, serio?). ate a próxima cheers
    avatar
    purple-jenn
    Iniciado
    Iniciado

    Mensagens : 1
    Data de inscrição : 10/08/2013
    Idade : 23

    Re: Meu doppelganger.

    Mensagem por purple-jenn em Dom Ago 11, 2013 10:25 pm

    achei bacana, de verdade Smile)))

    quase pensei em chamar o meu HAHAHAHA
    avatar
    Sone
    Vampiro
    Vampiro

    Mensagens : 248
    Data de inscrição : 16/07/2013
    Localização : Roma Capitale

    Re: Meu doppelganger.

    Mensagem por Sone em Seg Ago 12, 2013 11:32 am

    Vou pesquisar sobre esse "Doppelganger"...


    _________________
    Empty Mind
    avatar
    Jeff jeffrey
    Iniciado
    Iniciado

    Mensagens : 17
    Data de inscrição : 15/04/2013
    Idade : 18
    Localização : Qualquer lugar em que você não desejaria me encontrar

    Re: Meu doppelganger.

    Mensagem por Jeff jeffrey em Qua Set 04, 2013 7:18 am

    Pow,quero um doppelganger..e.e google aí vou eu

    Conteúdo patrocinado

    Re: Meu doppelganger.

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Out 23, 2017 6:16 pm