Imortal - parte um

    Compartilhe
    avatar
    Noite
    Vampiro
    Vampiro

    Mensagens : 245
    Data de inscrição : 01/05/2013
    Idade : 18
    Localização : Lugar algum

    Imortal - parte um

    Mensagem por Noite em Qui Out 10, 2013 2:30 pm

    Imortalidade. O que os homens procuram desde o início dos tempos. Motivo de guerras, sangue e morte. 


    Nós buscávamos a imortalidade, mesmo sem saber para onde olhar; Olhávamos para a Pedra Filosofal, vampirismo, magias pagãs. Nenhuma delas era a certa.


    Antes de ser o que sou hoje, era um fazendeiro. Não era bom no que fazia, não era inteligente, não tinha uma ética impecável, enfim, não era alguém de se admirar, não tinha nada de especial.


    Meu nome era Miguel, a época feudal não foi tranquila para os camponeses. Lutávamos todos os dias para ter meio pedaço de pão na mesa. Os nobres enquanto isso tinham tudo de bom e do melhor, nós, ficávamos com as migalhas...


    - Miguel! Miguel! - era um dos meu poucos amigos, Leonardo - Está vindo uma guerra contra o povo do Norte! Houve um boato de que aqui havia a Pedra Filosofal! Será amanhã de manhã, estão falando que devemos pegar suprimentos e correr para o abrigo mais perto até amanhã!


    O povo do Norte era formado por bárbaros que em suas guerras devastavam tudo e todos; animais, crianças, construções, tudo. Seu líder era louco por poder, tudo que queria conquistava, menos a Imortalidade, isto era um passo para o poder absoluto. Simplesmente louco...


    Os bárbaros seguiam esses boatos, por mais desconfiáveis que fossem, muitos reinos foram destruídos por causa deles. Logo, o meu também seria.


    A neve caía enquanto eu refletia sobre isto. Tudo que eu conhecia estava naquele lugar! Tudo que eu era...


    O chão frio faziam meus pés doerem, estava sem sapato, não tinha dinheiro para tal coisa... A fumaça gélida saindo de minha boca me distraía, tirava-me o pouco tempo que ainda restava. Talvez eu quisesse que fosse assim.


    Passo na minha fazenda, arrumando poucas coisas, as que precisaria para sobreviver por um tempo em um refúgio.


    Dando adeus à tudo que conhecia, à minha casa, minhas coisas. Não era um homem sentimental, mas quando seu mundo está prestes a acabar você começa a dar valor às coisas.


    Algumas lágrimas escorrem de meu rosto, e eu pego no sono, não tinha isto em mente, simplesmente aconteceu, e vendo agora foi de muita burrice minha, mas naquela ocasião em minha mente a morte não era algo tão ruim assim. E eu também, como falei, não era nada inteligente.


    Ouço gritos, o povo do Norte tinha chegado mais cedo do que esperavam. Levanto-me no susto. O Sol ainda nem tinha nascido. Olho por uma fresta que havia em minha casa, vários corpos estendidos no chão, uma cena simplesmente brutal. Todos que conhecia estavam lá.


    Saio por uma passagem secreta nos fundos, tomando cuidado para que ninguém me visse, funcionou, por um tempo... Não demorou muito até que um bárbaro me avistou e começou a correr atrás de mim. Corria em dessincronia com o que acontecia a minha volta. Pessoas matando e morrendo em todos os lugares, alguns correndo como eu, pelas suas vidas, poucos sobreviviam.


    Olho para trás, para ver o homem que me perseguia. Seu rosto... Era diferente, seus olhos amedrontadores. Os olhos eram como chamas do próprio fogo do inferno. Sua face transfigurada, diferente de qualquer outra que já vira.


    Trombo sem querer em algumas pessoas que também estavam correndo, fazendo-as cair. Morreram, não tive culpa, e não tinha tempo para poder me preocupar com o remorso.


    Chego até o caminho onde daria o refúgio. Era uma emboscada, já haviam muitas pessoas lá, tentando sobreviver, porém haviam mais bárbaros ainda. Estavam executando-os.


    Meu amigo Leonardo estava lá... Foi o primeiro que vi morrer. Uma lança no peito tirou a sua vida, fazendo-o cair num lago quase congelado pelo inverno. A água gélida seria seu túmulo, e o meu também.


    Me viro para ver o homem que me perseguia, ele não mais corria, sabia que eu não tinha saída, e eu também sabia disto.


    Caminho lentamente até a borda do rio. Sinto algo quente em meu peito. Era sangue, uma espada havia me acertado. Não havia dor alguma, só uma tristeza. Algo profundo. E a escuridão. A morte estava indo me buscar.


    Caí com o rosto virado para o meu assassino, agora rindo, porém com os olhos ainda em chamas.


    A Escuridão e a água fria me embalaram em um sono profundo. Até que algo me trouxe de volta.


    Foi como se estivessem me puxando do vazio. Do vazio absoluto. Infinito, eterno, se estendendo até por dentro de meu âmago. Era como voltar para a existência.


    Até hoje não entendo muito bem como e porque aconteceu. Talvez Algo maior o quisesse.


    Logo sinto meu coração bater novamente, e minha consciência voltar ao meu corpo. Ali no fundo do rio, com vários outros corpos ao meu lado, eu renasci.


    Nado rapidamente até a superfície, com todas as minhas forças. Chegado a superfície respiro o mais forte possível, enchendo meus pulmões com o sopro da vida.


    Os bárbaros haviam ido embora, meu reino estava destruído. Nada sobrara. Aquilo me abala muito.


    Mas, aquilo tudo estava estranho, diferente. Era como se eu visse com outros olhos, ouvisse com outros ouvidos, e sentisse com outro corpo.


    Olho pelo lago, vendo meu reflexo, era o meu rosto, quase exatamente como antes, a diferença era somente meus olhos.




    De um forte e escuro castanho, foi para um frio azul.





    História original retirada do blog quandonoitecai.blogspot.com.br


    _________________

    We are made from
    Broken parts
    avatar
    modocbx
    Encosto
    Encosto

    Mensagens : 51
    Data de inscrição : 11/11/2012
    Localização : eu moro na minha casa :p

    Re: Imortal - parte um

    Mensagem por modocbx em Qui Out 10, 2013 3:46 pm

    éééé´mais ou meenos


    _________________
    EI CRIANÇA, VAMOS JOGAR UM JOGO?
    avatar
    Hydro
    Admin

    Mensagens : 279
    Data de inscrição : 28/04/2013
    Idade : 17

    Re: Imortal - parte um

    Mensagem por Hydro em Qui Out 10, 2013 5:36 pm

    MAIS OU MENOS SEU CÚ MODO, ta perfeito como sempre noite... só me explica, esse lago é alguma lenda real ou voce que criou?
    avatar
    Noite
    Vampiro
    Vampiro

    Mensagens : 245
    Data de inscrição : 01/05/2013
    Idade : 18
    Localização : Lugar algum

    Re: Imortal - parte um

    Mensagem por Noite em Sex Out 11, 2013 8:33 am

    Hydro escreveu:MAIS OU MENOS SEU CÚ MODO, ta perfeito como sempre noite... só me explica, esse lago é alguma lenda real ou voce que criou?
    Existem bastantes lendas sobre alguns lagos... mas esse aqui fui eu que criei, mas vou pesquisar um pouco mais para ver se dou gancho com uma lenda real =P


    _________________

    We are made from
    Broken parts

    Conteúdo patrocinado

    Re: Imortal - parte um

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Jun 23, 2017 10:01 pm